Eleições para conselhos deliberativo/fiscal e ouvidoria da Camed acontecem até 4/12

23

Até o próximo dia 4 de dezembro, os associados da Camed – caixa de assistência dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) – poderão votar para escolher novos membros para os cargos de Ouvidor e dos Conselhos Deliberativo e Fiscal.

Duas chapas disputam o pleito dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. O Sindicato dos Bancários do Ceará indica o voto na Chapa 2 – Camed: Sustentável e Transparente que tem como candidatos os companheiros Ângela Tabosa / Maurício de Sousa (para o Conselho Deliberativo) e Adons de Oliveira / Daniel Martins (Conselho Fiscal). A Chapa 2 também mescla experiência e renovação, além de disposição de luta em defesa dos interesses dos funcionários do BNB e dos associados da Camed.

Ângela Tabosa, candidata a titular do Conselho Deliberativo, tem 31 anos de banco e atualmente integra a secretaria do Codin (Comitê de Despesas e Investimentos) da Superintendência de Logística. Entende a importância da Camed pois já enfrentou um sério problema de saúde e afirma que a Camed foi muito importante na sua recuperação e cura.

Ela destaca que uma das principais propostas da Chapa 2 é tentar amenizar os aumentos significativos da contribuição dos associados. “Nós temos uma grande fonte de receitas que hoje não é explorada. Aumentando a atuação da Camed Corretora, poderemos desonerar os associados desses reajustes”. Outra proposta da Chapa 2 é aumentar a capilaridade do atendimento da Camed nas capitais e interior, assim como buscar a instalação de novas unidades da ClinicCamed e de aprimorar o relacionamento direto com o associado.

Adons de Oliveira é candidato a titular do Conselho Fiscal e é funcionário do BNB há 18 anos. Já foi conselheiro deliberativo da Camed por 6 anos e tem histórico de luta em defesa dos funcionários do Banco, pois já foi diretor do Sindicato e da AFBNB. “Pretendemos lutar para atuar de forma que a Camed seja sustentável. Vamos lutar também pela manutenção do BNB como mantenedor da Camed. Essa é uma determinação da CGPAR 23 e lutaremos para que esses efeitos sejam, definitivamente, suspensos”.

O candidato a suplente do Conselho Deliberativo da Chapa 2, Maurício de Sousa, tem 13 anos de Banco e explica que um fator que o motivou muito a participar da Chapa 2 foi o fato de que este ano a Camed foi fundamental para a sua vida. “Contraí a Covid-19 e passei quase um mês internado lutando pela vida e a Camed foi fundamental para que eu tivesse essa vitória. O meu sentimento pela Camed é de gratidão e pretendo lutar para que ela seja sempre movida por uma gestão sustentável e transparente, para que ela permaneça forte sem onerar ainda mais os associados e é por isso que pedimos o apoio de todos os colegas para que nos deem essa oportunidade de representa-los junto ao Conselho da Camed”.

Ouvidoria – Para a Ouvidoria, duas candidatas concorrem ao cargo: a funcionária aposentada do BNB, Luiza Barbosa, que é formada em Pedagogia pela UVA, com especialização no curso de MBA em Gestão de Pessoas pela FGV-MARPE. A outra candidata é Maria José (Mazé) Augusto Chaves, também funcionária aposentada do BNB. Mazé possui graduação em Administração de Empresas pela UECE, Especialização em Marketing pela Unifor e Mestrado em Avaliação de Políticas Públicas pela UFC.

VOTAÇÃO – A votação acontece através do portal da Camed (www.camed.com.br). É simples, bem rápida, e pedimos que os associados dediquem esse tempinho para votar porque é muito importante para a manutenção da nossa Camed.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here