Funcionários do Banco do Brasil paralisam contra a reestruturação

105

Na sexta-feira (29/1), agências, postos de atendimento, escritórios e outras unidades do Banco do Brasil pararam suas atividades contra o plano de reestruturação. O movimento alcançou todo o país, em um sinal da rejeição por parte dos funcionários do plano de reestruturação da direção do banco, que prevê 5 mil demissões e fechamento de centenas de agências, postos e escritórios do BB.

A paralisação ocorreu tanto nas capitais e grandes cidades, como em municípios do interior. Em Fortaleza, o Sindicato dos Bancários do Ceará realizou uma manifestação em frente à agência do BB da Praça do Carmo, reunindo vários bancários que vestiram preto em protesto contra o desmonte do Banco do Brasil, orquestrado pelo governo federal.

Além da paralisação, houve também um tuitaço com a hashtag #MeuBBvalemais.

Negociação – Ainda esta semana será avaliada a mobilização e sua continuidade, caso a direção do Banco do Brasil se recuse a dialogar com seus funcionários sobre eventuais mudanças no banco. A Comissão de Empresa vai se reunir, junto com o Comando Nacional, para avaliar como foram os atos no Brasil inteiro e montar um novo calendário de lutas caso o banco não chame uma negociação. A possibilidade de uma greve dos funcionários do Banco do Brasil não está descartada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here