NOTA DE PESAR pelo falecimento da jornalista e sindicalista Déborah Lima

39

O Sindicato dos Bancários do Ceará lamenta profundamente o falecimento da jornalista, sindicalista e ex-presidenta do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce), Déborah Christina Marques Ferreira Lima, aos 52 anos, na manhã desta quarta-feira (19/7), em decorrência de complicações de um câncer.

Déborah Lima foi presidente do Sindjorce por dois mandatos e ainda fazia parte a direção do Sindicato, tendo sido dirigente também da CUT/CE e da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas). A sindicalista fez parte também do Conselho Superior da Associação Cearense de Imprensa (ACI).

Déborah atualmente era assessora de imprensa da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam) e teve passagem por vários veículos de comunicação, inclusive pelo Sindicato dos Bancários do Ceará, tendo sido também repórter de Política do jornal O POVO, licenciada para mandato sindical, jornal O Estado, Pró-Produções, Rede Record, TV Ceará, Rede TV e rádios CBN, Extra, RCN, AM do POVO e Universitária FM. Entre os vários prêmios conquistados, foi vencedora do Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo.

Durante sua gestão à frente do Sindjorce, a dirigente Déborah Lima empenhou-se incansavelmente na luta pela moralização da profissão, enfrentando as irregularidades jurídicas perpetradas por empresas que negavam, por exemplo, o reconhecimento dos jornalistas de rádio e TV como profissionais de jornalismo. Sua atuação primordial foi em prol da defesa das garantias trabalhistas, unindo os trabalhadores em torno das históricas batalhas da categoria, seja por meio da conscientização política ou do aprimoramento profissional através de congressos e eventos culturais – marcos de sua gestão.

Nós, do Sindicato dos Bancários do Ceará, nos solidarizamos com familiares, amigos(as) e companheiros(as) do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) pelo falecimento da sua ex-presidenta. Reconhecemos toda a força e o trabalho de Déborah, assim como seu legado nas lutas da sua categoria e por uma sociedade mais justa para todos(as).

Déborah será lembrada com carinho e gratidão por tudo que representou para a história do jornalismo cearense e para a história dos jornalistas do Ceará.

Desejamos força neste momento de tristeza e que o tempo possa confortar toda dor e saudade.

Déborah Lima, presente!

Fonte: SEEB/CE, com informações do Sindjorce

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here