Outros Toques

302

Outros Toques

Desmatamento aumenta 278%

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que as áreas com alerta de desmatamento na Amazônia aumentaram 278% em julho, na comparação com julho/2018. A divulgação do número motivou uma série de ataques de Bolsonaro ao Instituto, que desqualificou os dados e chegou a afirmar que o diretor do Instituto, Ricardo Galvão, poderia “estar a serviço de alguma ONG”. Em resposta, Galvão defendeu a precisão da coleta e afirmou que as declarações do presidente pareciam vindas de “um garoto de 14 anos”. No dia 2/8, Galvão foi exonerado do Inpe.

Bloqueio na Educação Básica

O MEC bloqueou R$ 348.471.498 na “produção, aquisição e distribuição de livros e materiais didáticos e pedagógicos para educação básica”. No dia 30/7, o governo federal anunciou a decisão como parte de um contingenciamento maior, de R$ 1,442 bilhão, referente ao terceiro bimestre de 2019. A decisão volta a contrariar discurso de Bolsonaro, que em entrevista no mês de maio afirmou que não pretendia “cortar recurso por cortar”. “A ideia é pegar e investir na educação básica”, afirmou. Ao todo, o governo bloqueou R$ 6,1 bilhões da educação neste ano.

Aquecimento global

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) divulgou dia 8/8 um novo relatório que analisa e compila as descobertas científicas mais recentes sobre o aquecimento global. O documento reafirma a necessidade de limitar o aquecimento da Terra em até 1,5ºC e, destaca a importância da Amazônia. O relatório aponta ainda que se o desmatamento na Amazônia atingir 40% da floresta, chega-se a um ponto irreversível tanto para barrar o aquecimento global quanto para a sobrevivência do ciclo da floresta como é hoje. Nos últimos 30 anos, o percentual acumulado já soma 18% em território brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here