Outros Toques

103

Outros Toques

Mais Médicos em crise

O Ceará oferece 1.700 vagas para cadastrados no programa Mais Médicos, mas 960 delas estão ociosas (56,4%). O edital de substituição dos médicos cubanos ofereceu 560 vagas, contudo somente 50 foram preenchidas. Outras 450 precisam de reposição devido ao fim do contrato com os profissionais médicos, que ainda aguardam edital de substituição há um ano e meio. Os médicos cubanos saíram do programa há quatro meses. Sem assistência médica aos moradores das localidades mais isoladas do sertão, o quadro é considerado grave e preocupante.

Radares das BR’s

No fim de março, o DNIT começou a retirar radares e lombadas eletrônicas, que totalizam 151 equipamentos fixos nas BRs. A decisão, segundo especialistas, é avaliada como um retrocesso à política de segurança viária. Sem o aparato, que impossibilita o monitoramento da conduta do usuário, especialistas temem o aumento das ocorrências envolvendo automóveis e motocicletas. Os estudiosos afirmam que está mais do que comprovado que a velocidade durante a colisão é o que causa o dano, a sequela fatal ou permanente nos ocupantes dos veículos. Em tempo, no último boletim do DNIT (de 5 a 7/4), foram registradas 545 imagens de veículos trafegando em excesso de velocidade em estradas federais.

Greves em 2018

Entre setor privado (655), funcionalismo público (718) e estatais (73), o país teve 1.453 greves no ano passado, segundo o Dieese. O instituto identifica ainda a alteração das reivindicações, provocada pela mudança de cenário econômico: em vez de avanços nas conquistas, os trabalhadores têm como prioridade manter direitos. Até pouco tempo atrás, o Dieese detectou também maior presença de terceirizados entre os grevistas. O movimento defensivo é percebido a partir de 2015, com piora nos indicadores de emprego e nos ganhos salariais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here