Outros Toques

90

Outros Toques

Liberação de porte de armas

Pesquisa Ibope divulgada dia 3/6 mostra que a maioria dos brasileiros rejeita a flexibilização no acesso a armas de fogo, objeto de três decretos de Bolsonaro. Segundo o levantamento do jornal O Globo, a maior resistência se dá ao porte de armas: 73% dos entrevistados são contrários. Apenas 26% apoiam a medida (1% não opinou). Já a facilitação das regras para ter uma arma dentro de casa ou do trabalho é repudiada por 61%. O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios.

Flexibilização do código de trânsito

O projeto de Bolsonaro que altera o Código de Trânsito Brasileiro pode ser classificado como mais um “pacote da morte” do governo. A avaliação é do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP), que considera “profunda irresponsabilidade” reduzir fiscalização, num país reconhecido mundialmente como campeão em número de acidentes de trânsito. Um ponto, em especial, deixa o deputado chocado: a extinção de multa para as pessoas que não usarem a cadeirinha infantil no banco traseiro do carro. Segundo o ex-ministro, a medida coloca em risco a vida de milhões de crianças e bebês.

Capes corta bolsas no Ceará

Anunciado dia 4/6, o corte de bolsas de pós-graduação concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai atingir 63,4% de novos benefícios que seriam ofertados no Ceará. Os bolsistas atuais não serão afetados por essa medida. No total no Ceará, 59 bolsas foram cortadas. A UFC teve o maior número de cortes: 33, mas UECE, Urca, UVA e IFCE também foram atingidos. O Capes cortou 6.198 bolsas em todo o ano de 2019 devido ao contingenciamento de R$ 7,4 bi na Educação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here