Sindicato protesta mais uma vez contra o fechamento de agências do BB

141

O Sindicato dos Bancários do Ceará esteve na agência do BB Barão de Studart, uma das que estão programadas para fechar em Fortaleza, no próximo dia 15/3, para protestar contra o processo de reestruturação do Banco do Brasil.

A atividade fez parte do calendário nacional de lutas que incluiu ainda, nesse dia, um tuitaço com a hashtag #BBoBancoDeTodos. A diretoria do Banco do Brasil, nomeada pelo presidente Bolsonaro, quer demitir 5 mil funcionários e fechar 112 agências, 242 postos de atendimento e 7 escritórios de trabalho do banco. No Ceará, já está confirmado o fechamento de 11 unidades e mais 9 devem ser transformadas em postos ou outro tipo de atendimento precarizado.

“Na capital Fortaleza, o fechamento de uma agência já causa certo transtorno, imagine numa cidade do Interior, que muitas vezes só tem aquela agência do BB? Isso significa que a população daquele município terá de se deslocar por longas distâncias, para outro município, arriscando suas vidas e minando a economia local”, refletiu o presidente do Sindicato, Carlos Eduardo.

O presidente do Sindicato lembrou ainda que, diante da nova reestruturação, haverá menos funcionários nas agências, resultando em precarização do atendimento e sobrecarga de trabalho para os funcionários que que permanecerem. “Tudo isso é uma forma de colocar a sociedade contra o Banco, atendimento demorado, grandes filas, aglomerações. É uma estratégia para tentar justificar a privatização do banco”, completou.

Já o diretor do Sindicato Roger Medeiros destacou a importância de se defender as empresas públicas. “Foram elas as principais responsáveis por socorrer a população durante a pandemia, com o auxílio emergencial na Caixa, com o crédito acessível no BB e BNB, com a produção das vacinas pela FioCruz e Butantan, pelo atendimento direto às vítimas de Covid-19 pelo SUS. Isso mostra o papel fundamental que as empresas públicas têm para o povo brasileiro”, afirmou.

Fonte: SEEB/CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here