XI Conferência Regional dos Bancários do Nordeste aprova pautas para a Conferência Nacional

49

No último sábado, 28, os delegados e delegadas que representam os sindicatos filiados à Fetrafi/NE realizaram o último dia de debates da XI Conferência Regional. Na ocasião, foram aprovados a Reforma Estatutária da Federação e o Regimento Interno da Conferência, bem como eleitos os delegados(as) que irão levar as propostas aprovadas para a Conferência Nacional dos Bancários, que definirá a pauta de reivindicação de 2022.

Durante a manhã, o debate sobre conjuntura política e econômica no Brasil foi facilitado pela apresentação de Wagner Nascimento (Previ). Temas como perdas de direito, pandemia, novas formas de trabalho (lives, zoom, trabalho remoto), crescimento médio do PIB abaixo ou próximo de zero, guerra na Ucrânia e baixo crescimento econômico mundial foram abordados pelo palestrante.

Já na discussão referente ao setor bancário e serviços, Wagner apresentou dados que apontam a digitização (processos realizados através de inteligência artificial, sem necessidade de trabalho humano), a robotização, o recrutamento na área de TI, a redução de vagas tradicionais e redução de salários como sendo pautas que irão se consolidar cada vez mais.

Sobre a conjuntura nacional, a defesa da democracia e a eleição de um governo verdadeiramente democrático foi apontado como única maneira de resgatar direitos perdidos pela classe trabalhadora. “Hoje, até setores mais conservadores da sociedade estão falando em defender a democracia. Nós levantamos essa bandeira antes do golpe e desde então fizemos atos e mantivemos a resistência durante todos esses anos. Não adianta defender a democracia e votar no Bolsonaro, que foi o que aconteceu em 2018.” Para Wagner, o golpe de 2016 se revelou um projeto político que nada teve a ver com combate à corrupção e foi um dos grandes culpados pelo desmoronamento de políticas públicas, sociais e trabalhistas no Brasil após todos esses anos.

João Fukunaga, representante da COE-BB, relembrou das lutas que precisaram ser traçadas contra a privatização e em defesa do Banco do Brasil, assim como a série de direitos que foram perdidos durante o período de FHC, que culminou em 2002, com a unificação das pautas pelo Comando Nacional dos Bancários. A mesa única de negociação é responsável pela recuperação da maior parte de direitos fundamentais perdidos durante o período citado, mostrando a importância da unidade e da junção de forças da categoria. “Esse é um ano fundamental para nossa unidade, pra que possamos avançar. O cenário de um índice inflacionário de dois dígitos coloca um desafio muito grande para o enfrentamento com a Fenaban, pra tentarmos avançar nessa discussão. Certamente eles virão com debate de rebaixamento e de não reposição da inflação. Se nós não estivermos juntos, não vamos conseguir sair vitoriosos desse maior desafio que teremos. Precisamos, juntos, procurar soluções para ampliar e garantir direitos dos trabalhadores”, disse Fukunaga.

Apesar da pluralidade de centrais que fazem parte do comando, o diálogo coletivo é exemplo de coletividade e unidade. Magali Fagundes, presidente da Fetrafi/MG e representante do Comando Nacional, afirma que “nossas discussões são extremamente democráticas. As discussões podem atravessar noites, mas conseguimos sempre escutar todas as correntes, o que a categoria e o que os sindicatos querem falar.” Para Magali, é de fundamental importância definir, a partir do diálogo com os sindicatos, as pautas prioritárias que devem ser levadas até o Comando, que certamente devem passar pela defesa do emprego, defesa dos bancos públicos e da democracia. “Reconstruir um Brasil que a gente quer” está estritamente ligado a derrubada do governo atual nas próximas eleições.

 

SAÚDE PSÍQUICA DA CATEGORIA BANCÁRIA

De grande impacto para todos os presentes, a apresentação realizada pela psicóloga Marselle Fontenelle retratou, em dados quantitativos e qualitativos, o adoecimento da categoria bancária do Ceará. Mudanças no contexto laboral proporcionaram outros tipos de adoecimento da categoria, antes definidas prioritariamente por Ler/Dort.

“A reestruturação bancária, as mudanças do modelo de gestão dos bancos, a inserção da flexibilidade da terceirização, todos esses elementos que começaram a fazer parte do contexto bancário modificaram a realidade laboral e intensificaram o adoecimento da categoria.” Para a pesquisadora, essas mudanças tornaram possível, com mais facilidade, o surgimento de um sofrimento psíquico contundente, grave e intenso nos bancários. “É como se estivéssemos percebendo claramente a mudança de um perfil de adoecimento”, explicou Marselle.

A apresentação completa realizada pela psicóloga durante a Conferência contendo os dados da pesquisa pode ser assistida na Fanpage da Fetrafi/NE através do link:  https://bit.ly/3NO50El (colocar a partir do tempo 3:40:00).

 

PAUTAS E MOÇÕES APROVADAS

Dentre as propostas gerais votadas pelos delegados, estão temas como segurança do trabalhador bancário; teletrabalho; defesa dos bancos públicos e Caixa 100% pública; defesa da estabilidade do emprego para trabalhadoras bancárias que estejam em situação de violência; combate ao assédio e cobrança excessiva por vendas e metas abusivas. Também dentre as pautas está, prioritariamente, a defesa de um governo democrático com a eleição de presidente e bancada de deputados de esquerda.

As moções aprovadas podem ser verificadas nos links abaixo:

MOÇÃO-SÉRGIO SOARES-1 (1)

MOÇÃO DE SOLIDARIEDADE

Mocao de Repudio ao Santander (1)

 

CALENDÁRIO

3 e 4 de junho: 28º Congresso Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB)

7 de junho: Congresso Nacional dos Funcionários do BNDES

8, 9 e 10 de junho: 33º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (CNFBB)

8, 9 e 10 de junho: 38º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa (Conecef)

9 de junho: Encontros Nacionais dos Bancos Privados (Bradesco, Itaú e Santander)

10 de junho: Encontro Nacional de Mulheres e Juventude dos Funcionários do Banco do Brasil

10 a 12 de junho: 24ª Conferência Nacional dos Bancários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here