1º de Maio da resistência e unidade em defesa da democracia

10



Pela revogação da reforma trabalhista, contra a reforma da Previdência e em defesa dos bancos públicos, os bancários cearenses participaram do ato unificado do 1º de Maio em comemoração ao Dia dos Trabalhadores e Trabalhadoras, numa atividade organizada pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, em conjunto com as centrais CUT/CE, CTB/CE e Intersindical/CE e diversas entidades da classe trabalhadora, contra os retrocessos impostos pelo governo federal.


Em Fortaleza, o local de encontro dos trabalhadores e trabalhadoras foi o Centro Poliesportivo de Parangaba, na Avenida General Osório de Paiva. Pela manhã houve o Lançamento Estadual do Congresso do Povo – Pela Revogação das Medidas Conservadoras do Governo Temer! Em Defesa da Soberania Nacional! Contra o Fascismo. À tarde, a partir das 15h, um ato público reuniu manifestantes de várias categorias, além de estudantes, que saíram em caminhada pelas ruas do bairro Serrinha.



“A palavra chave deste 1º de Maio foi unidade contra os ataques advindos com o golpe de 2016 e, principalmente, a força e a determinação do povo em reconstruir o Brasil. Nós brasileiros estamos de pé, continuamos na luta e vamos seguir resistindo nas ruas e, principalmente nas urnas, em 7 de outubro” disse Carlos Eduardo, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará.

 


Source: Noticia57