A quem interessa enfraquecer os Sindicatos?

12



A mídia tradicional e golpista juntamente com os bancos se aproveitam desse momento da contribuição sindical para exercerem pressão ideológica, orgânica e financeira visando estrangular o movimento sindical. Anular o papel dos sindicatos é uma forma de calar, de barrar os trabalhadores e, ainda por cima, tirar-lhes direitos conquistados com muita luta. Essa é a tática dos patrões, dos banqueiros, que dizem às mentes e corações dos bancários que eles é que tem o domínio de cobrar ou não a contribuição sindical.


Ora, é preciso ficar atento a essa manobra dos banqueiros, apoiados por veículos de comunicação de massa, de sufocar o movimento sindical, porque é exatamente nesse momento que os sindicatos precisam ser fortalecidos. Senão veja: com a aprovação da reforma trabalhista, a Convenção Coletiva passa a ter mais poder que a lei (o acordado sobre o legislado, lembram?) podendo até suprimir direitos do trabalhador e, portanto, os trabalhadores precisam de um Sindicato muito mais forte.


É nessa hora que o Sindicato precisa da força e da participação dos bancários para continuar fazendo a luta, que só uma entidade forte é capaz de promover. E, principalmente, para manter as conquistas das últimas décadas. Nenhum direito trabalhista surge da generosidade dos patrões!


OU ALGUÉM TEM DÚVIDAS DE QUE SÓ COM LUTA OS BANCÁRIOS CONQUISTARAM:


– Jornada de seis horas conquistada em 1933;


– Adicional por tempo de serviço conquistado em 1961;


– Fim do trabalho aos sábados conquistado em 1962;


– Auxílio Creche conquistado em 1981;


– Tíquete-Refeição conquistado em 1990;


– Vale Alimentação conquistado em 1994;


– Os bancários foram a primeira categoria a ter garantida a PLR na Convenção Coletiva conquistada em 1995;


– Complementação salarial para bancários afastados por doença e verba para requalificação após demissão conquistadas em 1997;


– Igualdade de oportunidade conquistada em 2000;


– 13ª cesta-alimentação e o valor adicional da PLR conquistados em 2007;


– Licença maternidade de 180 dias com extensão para casais homoafetivos conquistada em 2009;


– Instrumento de combate ao assédio moral conquistado em 2010;


– Proibição de publicação de ranking de performance e cumprimento de metas conquistada em 2011;


– Proibição de transporte de valores por bancários conquistada em 2011;


–  Lei de Segurança Bancária em Fortaleza conquistada em 2012


– Abono assiduidade e Vale Cultura conquistados em 2013;


– Criação de mesas específicas sobre saúde e adoecimento dos bancários conquistada em 2015.


– Licença paternidade de 20 dias conquistada em 2016;


– Lei de Segurança Bancária no Ceará conquistada em 2017




E então, Bancário de que lado você está? Do lado dos banqueiros e da imprensa golpista ou do lado do Seu Sindicato, para defender os nossos direitos?


 


Source: Noticia57