Ato em Fortaleza denuncia voto de deputados cearenses a favor da reforma

16



Em mais um “Dia Nacional em Defesa da Aposentadoria” em Fortaleza, centenas de pessoas protestaram, dia 12/7, contra a reforma da Previdência (PEC 06/2019), em frente ao prédio da gerência regional do INSS, no Centro. O texto base da PEC, em tramitação na Câmara dos Deputados, foi aprovado em 1º turno na última quarta-feira, com o voto favorável de 11 deputados cearenses. A votação em segundo turno deve acontecer no início de agosto, após o recesso parlamentar.


As centrais sindicais, sindicatos, federações, movimentos sociais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo fecharam parte da rua Pedro Pereira, ocuparam a frente do prédio da Previdência Social e coletaram assinaturas para o abaixo-assinado contra a reforma da Previdência.


“Estamos dialogando com a sociedade sobre a reforma, mostrando para os trabalhadores os prejuízos dessa proposta. E a coleta de assinaturas faz parte deste movimento. Estamos coletando assinaturas em todos os estados e o resultado deste abaixo-assinado será entregue ao Congresso Nacional’, disse Wil Pereira, presidente da CUT Ceará.


Greve Geral


Segundo Wil Pereira, a atividade de hoje serviu para denunciar os 11 deputados cearenses que votaram a favor do fim da aposentaria e como esquenta para a próxima greve geral. De acordo com o dirigente, “os trabalhadores vão cruzar os braços em todo o país quantas vezes forem necessárias para mostrar que o povo não quer perder o direito de se aposentar”.


Saiba quais deputados federais cearenses traíram o povo cearense e votaram a favor da reforma da Previdência:


AJ Albuquerque (PP)


Aníbal Gomes (DEM)


Domingos Neto (PSD)


Genecias Noronha (SD)


Heitor Freire (PSL)


Jaziel Pereira (PL)


Junior Mano (PL)


Pedro Augusto Bezerra (PTB)


Moses Rodrigues (MDB)


Roberto Pessoa (PSDB)


Vaidon Oliveira (Pros)