Bancários do Nordeste debatem estratégias contra a reestruturação no BB. Assembleia hoje delibera sobre paralisação no dia 10/2

108

Os bancários do Nordeste se reuniram na noite desta quinta-feira, dia 4/2, através da plataforma Zoom, para debater as estratégias de mobilização contra o processo de reestruturação do Banco do Brasil. A reunião foi organizada pela Fetrafi/NE.

Durante toda essa sexta-feira, dia 5/2, os bancários estão participando de uma assembleia virtual através da plataforma Vota Bem (https://bancarios.votabem.com.br/) para deliberar a respeito de uma paralisação de 24h na próxima quarta-feira, dia 10 de fevereiro. “A participação de todos os funcionários é muito importante, pois precisamos intensificar nossa mobilização contra o desmonte do BB”, convocou o presidente da Fetrafi/NE e do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo. A votação acontece até às 18h desta sexta.

“O momento é de união de forças. O Sindicato não faz nada sozinho. O Sindicato somos todos nós juntos e mobilizados para defender nossos direitos. Precisamos da adesão de todos os funcionários, da participação nas plenárias, nas assembleias, para que efetivamente possamos fazer um Dia Nacional de Luta e Paralisação de muita mobilização, demonstrando a nossa força e toda a nossa indignação”, afirmou o secretário de Comunicação do Sindicato, José Eduardo Marinho.

Ele completa: “é preciso intensificar nossa luta porque hoje são os caixas executivos que estão sendo atingidos, amanhã pode ser qualquer outro grupo de funcionários. Esse governo veio para destruir o patrimônio público e qualquer um de nós pode ser a próxima vítima”.

Os dirigentes do Nordeste enfatizaram ainda que a falta de diálogo com o BB tem motivado toda essa mobilização e que todo esse processo faz parte de uma estratégia para efetivar o desmonte do Banco do Brasil.

“O governo quer colocar a opinião pública contra os funcionários públicos afirmando a toda hora que nós temos privilégios e mega salários, espalhando histórias e nós precisamos mostrar à sociedade que a realidade é outra. Temos que mostrar também a importância do BB como fomentador do desenvolvimento, da agricultura familiar, além de todos os prejuízos que o povo terá com uma possível privatização do BB”, destacou a diretora do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Sandra Trajano.

“O povo brasileiro precisa de um banco público como o Banco do Brasil. O governo Bolsonaro não tem respeito nem com a vida das pessoas, nem com o futuro do país e nós não podemos permitir esse desmonte” finalizou o presidente Carlos Eduardo.

O Sindicato dos Bancários do Ceará enfatiza ainda que em caso de dúvidas, o bancário deve procurar o Departamento Jurídico do Sindicato, de segunda a sexta, das 9h às 15h, através do telefone 85 3252 4266 ou pelo e-mail juridico@bancariosce.org.br.

Participe da assembleia!

Fonte: SEEB/CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here