Bancários foram às ruas no Dia Nacional de Luta contra os ataques à classe trabalhadora

13



O Dia de Luta Nacional Contra as Reformas do governo foi marcado em Fortaleza por caminhada e protestos no Centro da cidade. Com faixas e cartazes, carros de som e bandas de música, o Sindicato dos Bancários do Ceará participou da caminhada, fazendo manifestações na frente da agência Banco do Brasil Praça do Carmo e da Caixa Econômica Federal Praça do Ferreira.


Foram às ruas na sexta-feira, 10/11, milhares de trabalhadores e trabalhadoras para  mostrar unidade na luta para anular a antirreforma trabalhista e todos os retrocessos patrocinados pelo governo golpista Temer contra os brasileiros. Organizados pelas Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, CUT-CE, CTB , CSP-Conlutas e  Intersindical houve participação de muitos movimentos sociais, como  Movimentos de Mulheres, de Negros e Negras, da Juventude, de estudantes e indígenas.


Durante a manhã do Dia de Luta, os manifestantes fizeram concentração na Praça da Bandeira, saindo em passeata pelas ruas do Centro indo até o Fórum Trabalhista Autran Nunes, onde houve novos protestos.


“A nova legislação trabalhista é uma afronta à Constituição e ao povo brasileiro. Nós não permitiremos que ela avance na prática e alertamos que, se a reforma da Previdência for aprovada, vamos parar o País”, alertou Carlos Eduardo Bezerra, presidente do SEEB/CE e bancário do BB.

 





 


Source: Noticia58