Banco do Brasil: caixas não são obrigados a vender produtos

18



Em reunião para explicar as mudanças nas Plataformas de Suporte Operacional (PSO), representantes do Banco do Brasil reforçaram aos integrantes da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB (CEBB) que os caixas não são obrigados a vender produtos. Essa atribuição é facultativa.


Muitos caixas se queixam de que, além do acúmulo de função, estão sendo cobradas vendas, inclusive via celular pessoal –  o que é proibido pela Convenção Coletiva de Trabalho –, e sem nenhum treinamento prévio para conhecimento dos produtos.


O governo Temer está promovendo uma série de ataques ao Banco do Brasil, forçando seu encolhimento. A instituição já eliminou 10 mil postos de trabalho e fechou 400 agências. A defesa da valorização dos bancos públicos é bandeira histórica do Sindicato, apresentada para a sociedade em inúmeras manifestações e também por meio da cartilha Em Defesa dos Bancos Públicos.


Os representantes dos trabalhadores reivindicam do Banco do Brasil a disponibilização de treinamento para venda, e reforçam que essa função deve ser uma opção do trabalhador.


“Apuramos a existência desse acúmulo de função que implica riscos ao banco, porque os caixas lidam com numerário, e ainda são obrigados a vender produtos, o que pode acarretar em diferenças na contabilização”, afirma o dirigente sindical e bancário do BB Willame de Lavor.


Source: Noticia58