Breves

60

Estabilidade pré-aposentadoria

A 27ª cláusula da CCT assegura aos bancários que trabalharem 28 anos e às bancárias que trabalharem 23 anos no mesmo banco a estabilidade ao emprego nos dois anos imediatamente anteriores à aposentadoria. Há também a previsão de estabilidade por um ano (mesma cláusula) àqueles trabalhadores que tenham o mínimo de cinco anos de vínculo com o banco. No entanto, para ter direito a essas estabilidades, é indispensável que os trabalhadores entreguem uma comunicação escrita informando a condição, acompanhada dos documentos que comprovam o tempo para requerer o benefício da aposentadoria: cópia da carteira de trabalho e Extrato Previdenciário com todos os vínculos trabalhistas e previdenciários.

Banqueiros chegam a ganhar 800x mais que bancários

Itaú, Bradesco e Santander pagam as maiores remunerações do país. Mas para suas diretorias executivas. A maior delas, que inclui salários mensais, bônus e outras vantagens, é paga a um membro da diretoria do Itaú: R$ 46,8 mi, o equivalente a quase R$ 4 milhões/mês, segundo a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor corresponde a 832 vezes aquilo que recebeu um escriturário do Itaú no mesmo ano. A lista de maiores remunerações recebidas no ano passado traz, na sequência, a diretoria estatutária do Santander (R$ 43 milhões), Bolsa de Valores (R$ 37,849 mi) e do conselho de administração do Bradesco (R$ 27,684 mi). Os diretores executivos do Santander receberam 765 vezes mais do que os escriturários. No Bradesco, o presidente do conselho de administração recebeu R$ 27,6 milhões (491 vezes o que um escriturário ganhou em 2018). As injustiças não se restringem às diferenças de remuneração. O sistema tributário brasileiro ajuda a aumentar o fosso social entre trabalhadores e altos executivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here