Conferência de Saúde chama a atenção para o adoecimento no trabalho

320


A 1ª Conferência Intersetorial sobre Saúde e Trabalho bancário, realizada pelo Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região e pela Fetrafi do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, dia 13/4, reuniu cerca de 300 pessoas de vários estados do país. O secretário de Saúde e Condições de Trabalho da Fetrafi/NE e diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Aílson Duarte, esteve presente ao evento.

Na abertura foi lançado o documentário: “Além do limite – quando a meta é sobreviver”, dirigido pelo jornalista Marcelo Monteiro. O filme aborda a triste realidade enfrentada pela categoria bancária, com relatos de diversos casos de adoecimento psicológico, alguns culminando em suicídio.

Presente na conferência, o vice-presidente da Contraf-CUT, Vinícius de Assumpção Silva, comentou que os dados são alarmantes, com 78% dos trabalhadores fazendo uso de remédios controlados. “O índice de afastamento por doenças do trabalho, nas demais categorias, é de 15%, enquanto no meio bancário chega a 25%”, relatou. O secretário de Saúde da Contraf-CUT, Mauro Salles, também participou do evento. “Temos uma Convenção Coletiva com muitas cláusulas de saúde conquistadas, mas temos que lutar para que os bancos cumpram o que assinaram”, apontou.

Durante o evento aconteceram painéis que abordaram o ambiente de trabalho dos bancários, o medo e as dificuldades em relação à Previdência Social e os desafios para tentar vencer esse cenário de adoecimento da categoria. “Esse é um dos principais temas a serem debatidos com os banqueiros. Não é aceitável que a categoria bancária continue adoecendo em decorrência do trabalho”, finaliza o secretário de Saúde da Fetrafi/NE, Aílson Duarte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here