Eleição da Previ: Sindicato apoia a Chapa 1 – Previ para o Associado

16



 O processo de eleições da Previ 2020 deverá ser retomado no dia 22/6, com votações programadas para o período de 13 a 27/7. O processo está suspenso devido a pandemia do novo coronavírus.


A Chapa 1 – Previ para o Associado pede o apoio dos associados para manter a força e a solidez da Previ. O nome da chapa foi escolhido por entender que todas as atividades da Previ devem estar voltadas para garantir o bem-estar dos associados. Tanto durante a pandemia, que coloca em risco a integridade física de nossos colegas e familiares, como em condições normais, onde os serviços e benefícios da Previ devem garantir o conforto e a segurança dos associados.


A Chapa 1 defende a continuidade do modelo de gestão que garante a proteção ao patrimônio dos associados frente às interferências indevidas do governo e do banco e de qualquer ação danosa dos agentes de mercado. Este modelo democrático de gestão e a ação firma e dedicada dos representantes eleitos serão fundamentais para a Previ se recuperar dos efeitos negativos da profunda crise econômica mundial que abala todos os mercados.



Os candidatos da Chapa 1 têm preparo técnico para administrar a Previ e manter a solidez da instituição. Além de terem compromisso efetivo com os funcionários para implantar melhorias nos planos de benefícios, reivindicar maiores aportes do banco, aprimorar o atendimento para aproximar a Previ dos associados.


A Chapa 1 tem o apoio das entidades sindicais e associativas para defender os interesses dos associados em contraponto aos do banco. Os bancários do Ceará estão representados na Chapa 1 pelo diretor do Sindicato dos Bancários, José Eduardo Marinho, candidato a uma vaga no Conselho Fiscal.


 


CONHEÇA ALGUMAS PROPOSTAS DA CHAPA 1 – PREVI PARA O ASSOCIADO


• Defesa da Previ e do modelo de gestão, defendendo o fim do voto de minerva e o BB público;


• Trabalhar constantemente para controlar e reduzir despesas administrativas que impactam o Previ Futuro, reduzir a taxa de carregamento para 3% e manter a remuneração de todos;


• Melhorias para o Plano 1 e Previ Futuro;


• Melhorar e ampliar o relacionamento com o associado;


• Aumentar a adesão ao Plano Previ Família;


• Revisão permanente do Empréstimo Simples e trabalhar para que a legislação autorize a utilização do FGTS para amortizar prestações do financiamento imobiliário.


Clique aqui para saber mais