Encontro Estadual define prioridades dos bancários do Ceará

103

Os bancários do Ceará estiveram reunidos na sede da AABB Fortaleza, no dia 13/4, durante o Encontro Estadual da categoria, contando com mais de cem bancários da capital e do interior. Os participantes do evento foram unânimes sobre a importância da categoria estar unida e mobilizada para construir uma campanha vitoriosa. Os bancários apontaram ainda a saúde do trabalhador, inclusão e melhores condições de trabalho para os PCDs, a defesa do emprego, dos bancos públicos e da democracia como prioridades para este ano.

No evento, além de elencar as prioridades dos bancários no Estado, os participantes ouviram sobre a conjuntura econômica, política e social do país e elegeram os delegados para os congressos de bancos públicos (BB, CEF e BNB) e para a Conferência Regional da Fetrafi/NE. Um destaque foi dado aos trabalhadores com deficiência (PCDs), que reivindicam participação mais efetiva nos encontros, congressos e conferências da categoria para lutar por melhores condições de trabalho e uma postura mais inclusiva por parte dos bancos.

O presidente da Fetrafi/NE, Carlos Eduardo, fez uma explanação sobre algumas das estratégias da campanha salarial 2024 e falou sobre os desafios e a organização da categoria para este ano. Carlos Eduardo falou ainda sobre a 5ª pesquisa da Fetrafi/NE, que aponta as prioridades e expectativas da categoria para este ano. “Dessa forma, nós estamos nos baseando na opinião dos trabalhadores para construirmos nossas estratégias de luta”, disse.

O secretário geral da Contraf-CUT, Gustavo Tabatinga, fez uma análise sobre o cenário do sistema financeiro nacional e apontou a atual gestão dos bancos como uma das principais culpadas pelos altos índices de adoecimento da categoria. “Não será uma campanha fácil, mas vocês que estão aqui, que participam dos eventos da nossa campanha, devem mobilizar a categoria, nas suas agências, para que possamos fortalecer a nossa mobilização”, destacou.

Em seguida, os bancários que fazem parte das comissões de empresas por banco fizeram análises sobre as negociações específicas por banco e expuseram os desafios e as prioridades de cada instituição. Todos destacaram o adoecimento como um dos principais problemas da categoria e apontaram como essencial o combate ao assédio, a cobrança de metas abusivas, o fim das demissões e fechamento de agências e a mudança de postura na gestão dos bancos como estratégias da categoria em 2024.

“Não é porque estamos em um governo progressista que nossa campanha será mais fácil. Precisamos estar mobilizados, organizados e unidos para garantirmos nossos direitos conquistados em Convenção Coletiva e arrancarmos novos compromissos, novas conquistas e novos direitos dos banqueiros na campanha deste ano. Precisamos também intensificar nossas sindicalizações, pois isso fortalece as entidades diante dos banqueiros. Nosso objetivo é construir e conquistar uma campanha vitoriosa para todos”, finalizou o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, José Eduardo Marinho.

 

Confira abaixo algumas das prioridades dos bancários apontadas no Encontro:

  • Aumento real e ampliação de direitos;
  • Menos metas, mais saúde. Fim do assédio moral;
  • Inclusão e melhores condições de trabalho para os trabalhadores portadores de deficiências (PCDs);
  • Debate sobre a inclusão digital, avanços tecnológicos e impactos nos empregos;
  • Redução da taxa de juros;
  • Reforma tributária: tributar os super ricos e ampliar a isenção do IR na PLR;
  • Fortalecimento das entidades sindicais e da negociação coletiva
  • Defesa do emprego e contra o fechamento de agências;
  • Mais contratações;
  • Defesa dos bancos públicos.

Fonte: SEEB/CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here