Jurídico do Sindicato faz força-tarefa no ajuizamento de novas ações no Mutirão de Iniciais

23



Uma verdadeira força-tarefa é o Mutirão de Petições Iniciais realizado pelo Departamento Jurídico do Sindicato dos Bancários do Ceará, desde o dia 31 de outubro até a próxima sexta-feira, dia 9/11. Durante esse período, os seis advogados e seis estagiários do Sindicato estão concentrados na elaboração de petições iniciais das demandas dos bancários e bancárias, com objetivo de ajuizamento dessas ações antes da nova lei trabalhista entrar em vigor, no dia 11 de novembro.


O Mutirão está agilizando mais de 250 ações, sendo dada entrada na Justiça do Trabalho até o final desta semana, tanto ações de bancos privados como públicos, com destaque para demandas contra o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Bradesco, que são os principais reclamados.


Existem ações múltiplas,  sendo as mais comuns cobrando horas extras no Bradesco, ações de PCS e intertícios no Banco do Brasil, ação de auxilio alimentação do BB, entre outras demandas diversas, como assédio moral, danos morais, horas extras, intrajornada, horas extras além da 6ª, 7ª e 8ª horas.


O plantão dos advogados do Sindicato retorna na segunda-feira, dia 13/11. Continua funcionando normalmente o atendimento de informações sobre processos com as secretárias do Departamento. Mais informações: 85 3252 4266.


A reforma trabalhista aprovada no Congresso – Lei 13.467/17 – trará mudanças profundas nas relações de trabalho com prejuízos aos trabalhadores e sindicatos. As restrições à Justiça do Trabalho, a retirada de atribuições dos Sindicatos, a negociação coletiva sem ter o limite da lei e os novos modelos de contrato de trabalho são apenas exemplos do que muda para que os patrões reduzam seus custos. Além disso, os trabalhadores podem ser condenados a pagar custas e honorários ao banco caso não tenha seu direito reconhecido na justiça.


Source: Noticia58