Não Aceite Pressão!: Funcionários do Santander têm até um ano para obter o CPA

44

O Santander vem pressionando os bancários que mudaram de função a obter imediatamente a certificação CPA-10 ou CPA-20 quando necessário às suas novas atribuições. O problema é que esta medida desrespeita uma determinação do próprio Banco Central.

Em tom de ameaça, durante o programa “Café com Rial”, videoconferência do presidente Sérgio Rial com funcionários de toda a rede de agências do Santander, ele exigiu de bancários que mudaram de função a obtenção em curto prazo da certificação CPA-10 (primeiramente, o banco deu como limite até março, prazo depois estendido até o fim de maio).

Entretanto, segundo a Resolução nº 3.158, os bancos devem assegurar o prazo de um ano para que o empregado possa regularizar a sua certificação adequada à função. A norma está em vigor desde dezembro de 2003, e tal prazo está previsto logo no parágrafo 2º.

O Sindicato dos Bancários do Ceará orienta que os bancários que sofrerem pressão para obter a certificação devem procurar imediatamente o Sindicato pelo telefone 85 3252 4266.


“O banco tem que cumprir a Resolução n. 3.158 do Banco Central e não ficar pressionando o bancário a fazer o curso em um curto prazo de tempo.”
Eugênio Silva, diretor do Sindicato e funcionário do Santander


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here