Outros Toques

117

Outros Toques


Feminicídios crescem

A queda de 10% no número de homicídios no país, entre 2017 e 2018, não se reflete nos casos de feminicídio, que registraram alta de 4% no mesmo período, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados dia 10/9. Nos dois últimos anos, foram registrados 2.357 feminicídios, o que significa uma vítima morta a cada 8h. Segundo dados do Anuário, os casos de lesão corporal dolosa relacionados à violência doméstica também aumentaram de 2017 para 2018: foram de 252.895 registros para 263.067, ou seja, a cada dois minutos, uma mulher sofre violência doméstica. 88,8% dos autores de crimes são companheiros ou ex.

Quatro estupros por hora

De todos os estupros cometidos contra mulheres entre 2017 e 2018, cerca de 52,8% tiveram como vítimas meninas de até 13 anos. Isso significa que, a cada hora, quatro garotas dessa faixa etária foram vítimas de violação sexual no país. Os dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019. Segundo o estudo, 75,9% das vítimas, mesmo as que têm mais de 14 anos, possuem algum tipo de vínculo com o agressor. São parentes, companheiros, amigos. Em 85% dos casos, os autores são homens. Um dos dados inéditos apresentados pelo estudo diz respeito ao chamado estupro coletivo, cometido por múltiplos autores. Esses casos representam 6,8% do total.

Restituição ameaçada

Pelo menos 8 milhões de pessoas ainda estão na fila para receber a restituição do Imposto de Renda, segundo a Receita Federal. Ao todo, serão devolvidos aproximadamente R$ 9,6 bilhões. Porém, a falta de verbas que atinge o órgão pode colocar em risco os pagamentos. A assessoria da Receita disse ter recursos suficientes para financiar as atividades até 24/9. Isso inclui pagamento de restituição do IR, emissão de CPF e controle de importação e exportação. Entretanto, há lotes programados até dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here