Outros Toques

23

Outros Toques

Planos de saúde x Covid-19

A ANS agora incorpora, ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, o teste sorológico para detectar presença de anticorpos produzidos pelo organismo que foi exposto ao novo coronavírus. A medida valerá a partir de 14/8. Com isso, os beneficiários de planos de saúde têm direito ao procedimento de detecção a partir do oitavo dia de manifestação dos sintomas da Covid-19.

Salário por hora?

Bolsonaro nunca escondeu que é antitrabalhador e totalmente a favor dos patrões. A mais nova investida do governo contra os trabalhadores, apresentada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, é mudar a forma de pagamento das empresas de mensal para ‘por hora’. Eles querem autorizar as empresas a contratarem até 50% do seu quadro de trabalhadores ganhando por hora trabalhada, tendo como base o salário mínimo (R$ 1.045,00), em vez do salário mensal. Para isso, os empresários contratariam por meio da Carteira Verde e Amarela.  Um dos impactos da mudança pode ser a redução salarial. O trabalhador que exerça atividade de segunda a sexta, durante 8h poderá receber R$ 836,00 – valor R$ 209,00 abaixo do salário mínimo. Os valores de benefícios como 13º, férias e FGTS também poderão ser calculados proporcionalmente com base nas horas trabalhadas. Uma perda ainda maior nos ganhos dos trabalhadores.

Desemprego

O número de desempregados no Brasil aumentou 31% em 12 semanas, período mais crítico da pandemia do novo coronavírus, e atingiu nesses três meses 3,1 milhões de brasileiros, de acordo com pesquisa PNAD COVID19 do IBGE, divulgada dia 14/8. Com isso, o total de trabalhadores desempregados no país subiu para 12,9 milhões de pessoas (13,7%) no período de 19 a 25/7, 550 mil a mais do que na semana anterior. A alta é recorde se comparada à primeira semana de maio (10,5%). 76 milhões não estavam trabalhando nem procurando emprego.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here