Outros Toques

70

Outros Toques

Cortes nas Federais

O investimento em educação no Brasil caiu 56% nos últimos 4 anos. Entre 2014 e 2018, diminuiu de R$ 11,3 bilhões para R$ 4,9 bi. A projeção deste ano é que o valor seja ainda menor: R$ 4,2 bilhões. Semana passada, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que cortará em 30% os recursos de todas as universidades federais. Antes, havia dito que o MEC havia bloqueado 30% dos recursos de três delas: UnB (de Brasília), UFBA (da Bahia) e UFF (Rio de Janeiro) e jogado a ameaça de que onde houvesse “balbúrdia”, o orçamento seria cortado. Estudo da Câmara dos Deputados demonstra ainda que o investimento caiu nos três níveis de ensino: básico, técnico e superior.

Treze milhões de desempregados

O número de desocupados cresceu em 1,2 milhão de pessoas desde que o novo governo assumiu. No 1º trimestre de 2019 já são 13,387 milhões de desempregados, um crescimento de 10,2%, na comparação com o final do ano passado. Os dados são do IBGE. Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, o governo Bolsonaro não tem um projeto econômico sólido para o país e os dados divulgados pelo IBGE refletem a falta de proposta efetivas para a retomada do crescimento. No setor financeiros, os bancos já fecharam 1.655 postos de trabalho no país em 2019.

COE Itaú

A COE do Itaú se reúne com o banco dia 7/5 para tratar sobre manutenção do emprego e fechamento de agências em todo o país. A reunião acontecerá na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, a partir das 10h. O tema já foi tratado em reunião dia 20/3, quando o banco apresentou números positivos, mas o turnover em 2018 foi de 10%. Os funcionários cobram a redução dessa rotatividade para um dígito e os dados sobre o número de agências fechadas. No dia anterior (6/5), no mesmo local, os representantes dos trabalhadores atualizarão as informações das bases e debaterão os temas a serem tratados com o banco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here