Participe da pesquisa que avalia a saúde da categoria bancária

198

A Contraf-CUT, federações e sindicatos que fazem parte do Comando Nacional dos Bancários realizam, desde abril, uma campanha para denunciar os problemas causados à saúde dos bancários pela cobrança abusiva de metas e, nesse mês de outubro, realiza uma nova Pesquisa de Saúde do Trabalhador Bancário, em parceria com o Departamento de Psicologia Social e do Trabalho da Universidade de Brasília, para compreender os modelos de gestão e as patologias do trabalho nos bancos.

“Com os dados da pesquisa, vamos produzir um relatório para propor ações de combate aos fatores e riscos psicossociais e ao adoecimento da categoria, mas sobretudo, para denunciar as patologias da sobrecarga e da violência causadas pelos modelos de gestão praticados pelos bancos”, explicou a professora doutora Ana Magnólia Mendes, pesquisadora responsável pelo levantamento que está sendo realizado.

Ao se produzir um estudo com metodologia e rigor acadêmicos, aperfeiçoam-se as ferramentas do movimento sindical bancário para se contrapor aos repetidos argumentos dos banqueiros de isenção quanto ao adoecimento da categoria, diante de um crescente número de casos de afastamentos por motivo de saúde (registrados e/ou subnotificados).

A pesquisa leva alguns minutos para ser respondida e aborda temas como ambiente físico de trabalho, ocorrência de adoecimento, inclusive mental, eventuais acompanhamentos médicos, entre outros temas. As informações são totalmente sigilosas. A categoria pode responder a pesquisa até o dia 31 de outubro.

“Essa pesquisa vai avaliar, entre outras coisas, como a cobrança de metas tem adoecido nossa categoria. Com essa pesquisa queremos coletar informações sobre as condições, a gestão e as principais doenças do trabalho dos bancários e bancárias, para que possamos aprimorar nossas políticas sindicais e institucionais de prevenção e promoção em saúde da categoria, inclusive mental. Não deixe de participar, seu anonimato será garantido”, destaca o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, José Eduardo Marinho.

Para responder, basta acessar o link http://trabalhovivo.net/contrafcut.

Fonte: SEEB/CE com informações da Contraf-CUT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here