Plenária: empregados devem intensificar mobilização em defesa da Caixa

66

O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou nesta segunda-feira, dia 26/4, uma plenária organizativa e de mobilização com os empregados da Caixa Econômica Federal no Estado. O objetivo era debater a defesa do banco durante o dia de luta que acontece nesta terça, 27/4.

O presidente do Sindicato, Carlos Eduardo, abriu o debate enfatizando a necessidade de se fortalecer a Caixa e seu papel como banco público a serviço da sociedade. Segundo ele, o fatiamento da Caixa é extremamente prejudicial para todos.

“Os empregados da Caixa estão apreensivos com o fatiamento do banco e exaustos com a rotina de trabalho. Mas nesse momento temos que nos mobilizar de alguma forma e conquistarmos o apoio da sociedade para defender a Caixa”, destacou Rochael Almeida, presidente da Apcef/CE.

A coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE Caixa), Fabiana Uehara, também participou da reunião e destacou que o principal objetivo nesse momento é a defesa da Caixa e dos seus empregados. Ela enfatizou que a abertura de capital da Caixa Seguridade é uma dilapidação do patrimônio do banco, que nesse momento, deveria estar priorizando a luta pela inclusão dos empregados no plano nacional de imunização. “Ao invés disso, a Caixa vem cobrando metas e ainda não pagou a PLR Social como estava acordado. O que os empregados da Caixa querem é respeito”, afirmou.

Ela destacou ainda a importância da mobilização. “O momento é de risco. Quem está nas agências extrapola e quem está home office também não tem horário de trabalho. Todos precisam se mobilizar ou nossa situação, cada vez mais, vai piorar. Se existe o receio da paralisação, e é compreensível, mas apoie quem vai fazer e se mobilize de alguma forma, proteste, use preto, mas se mobilize, pois o risco é de daqui há algum tempo não termos sequer nossos empregos. Ou a gente se une ou corremos o risco de não termos a nossa Caixa no futuro”, convocou.

“O momento é extremamente difícil para todos. A pandemia está levando vidas e deixando a população em muita dificuldade e essas pessoas estão lotando as agências em busca do auxílio para sobreviver. A Caixa deve trabalhar em prol da sociedade e nosso papel como dirigentes sindicais é defender a Caixa e sua atuação voltada para o desenvolvimento do país”, finalizou Marcos Saraiva, diretor do Sindicato e vice-presidente da Fenae.

Fonte: SEEB/CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here