Sindicato cobra solução para caos no atendimento do BB de Pentecoste

13



Os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, José Eduardo Marinho, Valdir Maciel, Roberto Costa Melo e Gabriel Rochinha, foram até Pentecoste para conversar com os bancários da região, além de verificar quais as condições de trabalho dos colegas. Chegando lá, eles se depararam com um verdadeiro caos dentro da unidade.


A quantidade de funcionários é insuficiente para atender a demanda da unidade que atende diretamente a população dos municípios de Pentecoste, Croatá, São Luís do Curu, Apuiarés, Tejuçuoca e General Sampaio e indiretamente São Gonçalo do Amarante, Paramoti e Umirim, além de diversas empresas da região. Além disso, falta constantemente, numerário nos caixas eletrônicos e, por muitas vezes, até mesmo papel de impressão. Como se não bastasse, ainda há o risco de fechamento da única casa lotérica que divide o atendimento com o BB. Se confirmado, poderá causar um caos ainda maior para a população da região.


Diante da situação, o Sindicato vai cobrar da Superintendência do BB no Estado que se sensibilize com a situação caótica pela qual passam a população e os funcionários e coloque mais bancários para prestar um atendimento digno. Serão realizadas ainda reuniões com os funcionários sobre os riscos das atividades, pois devido à demanda exagerada, estes convivem diariamente com o medo de erros em procedimentos bancários.


Em caso de não se avançar numa solução por via negocial, o Sindicato irá procurar os agentes sociais para denunciar o problema e procurar chegar a uma solução adequada para todos.