Sindicato reuniu mais três grupos para acordo do anuênio do Banco do Brasil

24



Nesta sexta-feira, dia 1º/9, o Sindicato dos Bancários do Ceará reuniu mais três grupos de beneficiários da ação do anuênio do Banco do Brasil, para tratar de acordo negociado com o banco. Desta vez a reunião contemplou mais 60 funcionários. O acordo é de adesão individual e baseia-se em proposta apresentada pelo Banco. No entanto, o beneficiário que não aceitar o acordo, o processo continua na Justiça.


A ação ajuizada pelo Sindicato que beneficia a 1.680 funcionários do BB, foi dividida em 84 processos de execução, com 20 pessoas em cada.


O que postula a ação – O diretor Valdir Maciel explicou aos beneficiários sobre a ação. O detalhamento do processo judicial foi dado pelo advogado do Sindicato, Carlos Chagas mostrando o que ação pede o restabelecimento do pagamento do anuênio (retirado em 1998) e o pagamento das repercussões das diferenças do benefício sobre outras verbas: férias, 13º salário, FGTS, repouso semanal remunerado, licença prêmio, folgas, gratificação de função, adicional noturno, adicional de periculosidade, adicional de transferências, comissões, horas extras e verbas rescisórias.


Histórico –  Em 1998, o Banco do Brasil retirou o anuênio de todos os funcionários. Diante disso, o Sindicato entrou com uma ação na Justiça requerendo o retorno do benefício – a ação foi ganha em todas as Instâncias. A partir da decisão judicial, o banco já fez um adiantamento do anuênio na folha de junho e a volta do benefício resultou num aumento em torno de 10,5% para o funcionalismo, à época.             


Source: Noticia58