Sindicato solidariza-se com dirigente sindical agredida

16


No final da tarde de terça-feira, dia 25, na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Ceará (Seplag), o titular da secretaria, Maia Júnior, agrediu verbal e fisicamente a presidenta da Asseplag, a assistente social Maria Carmellita Colares, que registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher.


Na quinta-feira, 27, os servidores da Seplag fizeram um ato em repúdio ao secretário Maia Júnior e em solidariedade à servidora e presidenta da Asseplag, Maria Carmellita.


Diante de tal fato, o Sindicato dos Bancários do Ceará solidariza-se com a presidenta da Asseplag, Maria Carmellita Colares, e repudia a atitude truculenta e destemperada do secretário de governo, Maia Júnior.


Para Rita Ferreira, diretora de Igualdade e Diversidade do SEEB/CE, “querer calar as demandas de uma categoria na base da violência só denota o autoritarismo e a cultura do ódio que vai se naturalizando com a ascensão do fascismo. Essa agressão a uma mulher, representante de uma categoria é uma demonstração clara da incapacidade desse gestor público de respeitar o diálogo e a democracia na busca da solução dos conflitos”.