SOLIDARIEDADE: Veja como ajudar as vítimas do desabamento de prédio em Fortaleza

13


O Sindicato dos Bancários do Ceará se solidariza com as vítimas do desabamento do edifício Andrea, no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, ocorrido no último dia 15/10. Até o fechamento dessa edição, cinco mortes haviam sido confirmadas, enquanto cinco pessoas seguiam desaparecidas. Testemunhas contaram que o edifício estava em obras e um vídeo mostra que as colunas de sustentação estavam com situação precária.


Por sua vez, sete vítimas foram resgatadas com vida e encaminhadas a diversos hospitais de Fortaleza. Entre elas, a aposentada e ex-becista Antônia Peixoto Coelho, de 72 anos, que também fazia parte do Coral da Afabec. Ela encontra-se internada em um hospital particular de Fortaleza. Quem desejar doar sangue para essas vítimas deve se dirigir ao Hemoce (Av. José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo).


Rede de solidariedade – Diversas entidades, entre elas a Cruz Vermelha, estão recebendo doações para as vítimas do desabamento e para os voluntários que trabalham no resgate. Diversos grupos estão arrecadando roupas e material de limpeza e higiene. As doações de água e alimento já foram abundantes. Voluntários estão precisando também de artigo de EPI (equipamento de proteção individual), tipo máscaras, capacete, luva tipo vaqueta, óculos de proteção, além de protetor solar. Os bombeiros solicitam ainda pás e baldes de aço. Um posto de arrecadação da Cruz Vermelha recebe as doações no local do desabamento (Cruzamento das ruas Tibúrcio Cavalcante com Tomás Acioli), além de vários comércios locais que também estão recebendo as doações.


Uma campanha de doações está arrecadando também mantimentos e roupas para os moradores do prédio, que podem ser entregues na Rua Nunes Valente, 2500.