Trabalhadores do Prospera: Se fazem serviço de bancários, bancários são

18

Bancários de todo o país se orgulham de ser uma das categorias mais organizadas e mobilizadas do mercado de trabalho, com forte poder de aglutinação, imensa capacidade de negociação e um reconhecimento histórico por parte da sociedade, o que impõe respeito junto aos bancos. Não por menos, foi o segmento que mais acumulou conquistas ao longo de décadas, tanto econômicas quanto sociais, mesmo em governos que foram um desastre para a classe trabalhadora.

E quanto a você, agente de crédito da PROSPERA, que faz trabalho de banco mas não é considerado como bancário? Gostaria de ser reconhecido na profissão e se juntar a esses combativos trabalhadores?

Tratativas neste sentido já estão sendo feitas, por iniciativa da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro do Nordeste (Fetrafi-NE), com apoio da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander e do Comando Nacional dos Bancários. Entretanto, para que as negociações avancem, é necessário o apoio e o engajamento de cada trabalhador da PROSPERA. Esse compromisso com a reivindicação, somado à nossa unidade, é fundamental para obtermos sucesso nas negociações com o Santander, garantindo a todos os mesmos direitos dos bancários.

Motivos para ser reconhecido como bancário

Muitas das funções desempenhadas pelos trabalhadores da PROSPERA envolvem atividades bancárias. Serviços como microcrédito, abertura de contas, emissão de cartão, operações de investimento, venda de seguro e relação com correntistas são bem mais que atribuições de uma corretora de seguros, como se autodenomina a PROSPERA. Muitos desses serviços são de bancos, que exigem mão de obra bancária.

Além de atuar em diversos segmentos de banco, a PROSPERA tem aumentado sua estrutura de forma significativa, sem contar que possui planos para ampliar ainda mais suas operações e negócios. Atualmente, são diversas regionais em atividade no país, a maioria no Nordeste, englobando 1.141 funcionários. É um Santander dentro do Santander, com todas as características do próprio banco, inclusive na cobrança de metas.

Vantagens de ser enquadrado como bancário

Muitos são os benefícios que virão ou serão ampliados quando do seu enquadramento como bancário. Seja de ordem financeira, política, social ou sindical. Uma das mais importantes é ter um sindicato forte para representá-los, o que contribui para o encaminhamento de demandas e a solução de conflitos, tanto coletivos quanto individuais. Questões como condições de trabalho, saúde, segurança e emprego, entre outras, fazem parte da agenda diária de fiscalização e luta do sindicato. Sem falar na assistência jurídica oferecida pela entidade.

Outro benefício expressivo com o enquadramento na profissão de bancário é a proteção da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que é de âmbito nacional. Única categoria a ter uma Convenção com essa amplitude no Brasil, os bancários garantiram nela direitos e conquistas de elevada importância, muitas além do que assegura a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e que não foram derrubadas mesmo após a reforma trabalhista. Além de contar, é claro, com uma poderosa e atuante confederação nacional de trabalhadores, a Contraf-CUT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here