Últimas vagas para a oficina sobre saúde do trabalhador neste sábado, 18/11

101

Neste sábado, dia 18/11, na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, acontece uma oficina sobre saúde do trabalhador, promovida pela Fetrafi/NE, através da Rede Vida Viva. O evento acontece das 9h às 14h e tem como público-alvo delegados e dirigentes sindicais que vão debater os impactos do adoecimento da categoria na vida do trabalhador bancário. Os interessados devem fazer a sua inscrição pelo bancariosce@bancariosce.org.br ou pelo whatsapp do Sindicato: 85 99129 5101. Últimas vagas!

A Rede Vida Viva, da qual participam diversas entidades sindicais, dentre elas a Fetrafi/NE, está propondo uma nova abordagem da relação entre vida, saúde e trabalho. A Rede pretende provocar a reflexão dos trabalhadores sobre as consequências do local de trabalho para a sua saúde e sua vida e sobre a ação sindical e a organização dos trabalhadores no local de trabalho. Para isso, a Rede Vida Viva está produzindo uma série de recursos formativos e comunicativos que visam a estimular cada vez mais a aproximação entre sindicatos e suas bases e o Raio, que é o recurso audiovisual, composto por vídeos que abordam vários temas desde o isolamento, a pressão por metas, o processo de adoecimento, o que as pessoas já estão desenvolvendo, entre outras abordagens.

“O principal objetivo da oficina é ajudar a refletir. Vamos dispor de um conjunto de imagens, com textos, que vão ajudar a abrir um diálogo tanto entre os trabalhadores, quando entre a entidade e sua base, sobre questões ligadas à nossa vida, saúde e trabalho” explica a facilitadora da oficina, Linda Ferreira, da Rede Vida Viva.

“Nosso objetivo nessa atividade é incentivar a reflexão, assim como também encontrar respostas que possam ser transformadas em ações concretas para mudar esse cenário de adoecimento. Lembramos que quando o trabalhador adoece, a sua família também sofre as consequências. Teremos um ambiente para falar sobre a importância de nos cuidarmos, cuidarmos da nossa saúde, física e mental, e para dialogarmos sobre alternativas para mudarmos esse cenário”, afirma o diretor do Sindicato e secretário de Saúde e Condições de Trabalho da Fetrafi/NE, Aílson Duarte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here