Bancários do Bradesco protestam contra demissões em Dia Nacional de Luta

61

Na última quinta-feira, dia 16/12, os funcionários do Bradesco participaram de um Dia Nacional de Luta contra as demissões, fechamento de agências, metas abusivas e menos segurança nas agências. Em Fortaleza, a manifestação aconteceu no Bradesco dos Peixinhos, no Centro da cidade.

Além da manifestação, os bancários participaram de um tuitaço nas redes sociais com a hashtag #QueVergonhaBradesco. Durante a manifestação, a direção do Sindicato realizou uma reunião na agência para dar informes e ouvir as demandas do funcionalismo.

De janeiro a setembro de 2021, o Bradesco lucrou R$ 19,602 bilhões, um crescimento de 54,9% em relação ao mesmo período de 2020. O resultado é ainda melhor do que o dos períodos anteriores à pandemia. Entretanto, os funcionários, verdadeiros responsáveis pelo alcance dessa lucratividade, recebem “como prêmio” cobrança de metas abusivas, ameaças de demissões e menos segurança nas agências.

Além disso, segundo o próprio balanço do banco, este pode até ter criado vagas nos últimos meses, mas se levarmos em conta os 12 últimos meses, o saldo de empregos é negativo. Ao final de setembro de 2021, a holding contava com 87.736 empregados no país, com fechamento de 8.198 postos de trabalho em doze meses.

E os clientes, como demonstra o relatório do próprio banco, estão pagando cada vez mais tarifas, têm menos trabalhadores para atendê-los e também menos agências para procurar em caso de necessidade. Em doze meses, foram fechadas 765 agências e 120 postos de atendimento (PA).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here