BNB: assembleia desautoriza Sindicato a fazer acordo na Ação da PLR/12

209

Assembleia Geral Extraordinária realizada dia 20/4, na Sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, de forma presencial, não aprovou a proposta de acordo apresentada pela direção do Banco do Nordeste do Brasil em relação Ação Trabalhista que reclama o pagamento de diferenças relativas à Participação nos Lucros e Resultados do Banco no exercício de 2012.

A proposta do Banco para acordo na Ação tem o valor total de R$ 8,5 milhões, mas os cálculos apresentados pelo Sindicato à 3ª Vara da Justiça do Trabalho somam mais de R$ 20 milhões, “o que mostra que os nossos valores são mais de 120% que a proposta apresentada pelo Banco”, afirma Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato e também beneficiário da Ação.

A diferença entre os cálculos do Banco e os do Sindicato ocorre devido à aplicação de um redutor sustentado pelo Banco do Nordeste, cuja incidência, em uma primeira decisão já foi afastada por decisão da juíza da 4a. Vara do Trabalho, Dra. Rosa Mestres. Embora saiba que referida decisão é passível de recurso, contudo, referida limitação não constou na decisão que reconheceu o direito dos trabalhadores ao complemento da PLR/2012, razão pela qual o Sindicato se mantém firme na defesa dos interesses dos empregados.


“A decisão da maioria presente à assembleia negando o acordo demonstra
a sintonia dos bancários com o seu Sindicato e reforça o ideário de luta dos trabalhadores pelos seus direitos e por justiça”
Tomaz de Aquino, coordenador da CNFBNB,
diretor do Sindicato dos Bancários e funcionário do BNB


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here