Breves

75

A era das privatizações está de volta!

O Tribunal de Contas da União (TCU) aconselhou ao governo federal iniciar o processo de privatização das estatais pelas empresas menos polêmicas, tais como: Lotex, a Casa da Moeda, a Valec (Engenharia e construção de Ferrovias) e a Empresa de Planejamento e Logística (EPL). A Lotex já está com leilão marcado pelo BNDES para 26/3. O processo de privatização da Casa da Moeda foi herdado de Temer ainda em fase inicial, mas será apressado. Apesar de acolher a sugestão do TCU, o ministro da Economia, Paulo Guedes ainda acha que precisa de pelo menos uma estatal de porte no topo da lista deste ano para mostrar aos agentes econômicos a disposição do novo governo. Entre as grandes, a Eletrobras é a que está na ponta da agulha. No final do governo Bolsonaro, Guedes e sua equipe estimam que sobrarão como estatais apenas Petrobras, BB e Caixa. Mesmo assim, bastante enxutas.  Hoje o governo federal conta com 138 estatais.


Caixa vai ressarcir custos do CPA-20

A Caixa Econômica Federal comunicou à Contraf-CUT que o banco atualizou o normativo RH 142, para estender o direito ao ressarcimento do valor gasto com o Certificado Profissionalizante (CPA-20) aos empregados substitutos eventuais integrantes dos bancos de sucessores. Essa é uma antiga reivindicação da mesa permanente, mas a representação dos empregados vai continuar cobrando que o direito seja extensivo a todos. A Contraf-CUT havia questionado o banco na mesa de negociações sobre a possibilidade do ressarcimento do valor da certificação CPA–20 aos substitutos eventuais. No comunicado o banco informa que “os eventuais que se enquadrem nesse critério poderão ser ressarcidos da taxa de exame, desde que seguidos os procedimentos descritos na norma. Para os demais, não há previsão de extensão do reembolso”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here