COE Bradesco debate estratégia contra as emissões

20

A COE do Bradesco se reuniu por videoconferência, dia 22/10, para discutir as demissões dos funcionários do banco por todo o Brasil. Depois do relato dos representantes de todas as federações de bancários do país, a COE calcula que – no mínimo 1.224 trabalhadores foram demitidos desde o dia 28 de setembro. As demissões, muitas vezes por telefone, incluem trabalhadores doentes, hospitalizados e até mesmo, grávidas.

A decisão dos dirigentes foi pela adesão à campanha nacional contra as demissões, coordenada pela Contraf-CUT para combater os desligamentos nos bancos privados. A campanha visa denunciar a quebra do compromisso assumido pela Fenaban de não demitir durante a pandemia.


Demissões em massa
– O momento é de união. Nosso papel é de defender o emprego e os direitos não só dos bancários do Bradesco, mas de toda a categoria. Essa é a hora de resgatarmos a união que tivemos em tantas batalhas, inclusive na Campanha Nacional 2020, que foi histórica, por ser feita durante uma pandemia sanitária. Participe das atividades realizadas pelo Sindicato e ajude a denunciar os bancos que tiveram grandes lucros este ano e não cumprem o acordo com os bancários de não demitir durante a pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here