Funcionários do Itaú querem respeito e condições de trabalho decentes

55

Na sexta-feira, dia 17/9, o Sindicato dos Bancários do Ceará visitou as agências do Itaú do corredor bancário da Av. Bezerra de Menezes, para denunciar à sociedade e cobrar do banco mais respeito aos trabalhadores e condições de trabalho decentes para todos.

Desde que o Itaú lançou o projeto “Itaú 2030” e o novo programa de remuneração Gera, a vida dos trabalhados tornou-se um inferno. Além do programa Gera não possuir regras claras, como falta de transparência nos critérios para remuneração, um dos maiores problemas é o acúmulo de funções e sobrecarga de trabalho. Segundo relatos dos trabalhadores, as metas estão surreais, com acúmulo de funções, abusos e ainda recebendo menos. As demissões também não param, tanto nas agências, como nos departamentos. Outra questão grave envolve trabalhadores com algum tipo de problema de saúde, que, em muitos casos, ficaram doentes por causa da rotina massacrante no banco.

O Itaú exibe propagandas na TV que passam a imagem de que o banco é uma empresa boa para se trabalhar, mas, na vida real, os funcionários estão sendo massacrados e ficando doentes por causa das metas abusivas, assédio moral e constantes ameaças de demissão. “Queremos responsabilidade social e respeito com a saúde e a vida dos trabalhadores”, destaca Marcos Francelino, diretor do Sindicato e funcionário do Itaú.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here