Materiais destacam a importância da defesa do Banco do Brasil

150

A campanha em defesa do Banco do Brasil ganhou uma importante ferramenta capaz de mostrar a importância do banco e, consequentemente, os motivos pelos quais ele deve ser defendido por toda a sociedade. Uma cartilha que detalha “o que querem fazer com o Banco do Brasil” e os transtornos que este “plano” pode causar à sociedade e “por que devemos lutar pelo Banco do Brasil”.

“O governo Bolsonaro, por meio da diretoria que ele indicou para tocar o banco, está fechando agências e demitindo 5.000 funcionários. Além de aumentar o contingente de pessoas sem trabalho, há também o fechamento de agências, que obriga os clientes a ter que fazer grandes deslocamentos para encontrar uma agência bancária. O resultado é o aumento do tempo de espera nas filas, sobrecarga de trabalho para os funcionários e aglomerações nas agências. Tudo isso, em um momento em que a pandemia está ascensão, com muitas cidades e estados inteiros entrando na fase roxa”, disse o coordenador da Comissão de Empresa de Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga.

O Banco do Brasil utiliza o argumento do aumento da digitalização para justificar a redução do quadro de funcionários e o fechamento de agências. A grande maioria dos brasileiros não tem acesso às ferramentas digitais.

É importante destacar que, dos 5.570 municípios brasileiros, apenas 3.256 possuem agências bancárias. Em 990 deles, só tem agência do BB ou de outro banco público. Além de promover a descentralização dos serviços bancários, o Banco do Brasil também é responsável pela oferta de crédito para todo o país. O BB é o principal executor do Plano Safra, do Ministério da Agricultura, responsável por 93,4% do financiamento rural na região Norte; 79,2% no Nordeste; 78,2% no Centro-Oeste; 60,8% no Sudeste; e 58,9% no Sul. Caso o Banco do Brasil seja privatizado, os alimentos vão ficar ainda mais caros do que já estão.

Para ler a cartilha, acesse: http://bit.ly/2ODqP0v.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here