Outros Toques

142

Outros Toques

Cloroquina pode matar

O Washington Post, em reportagem intitulada “Remédio promovido por Trump é alvo de alerta da CIA”, informou que uma semana após a recomendação de Trump, o serviço de espionagem dos EUA avisou seus agentes que a hidroxicloroquina poderia causar “morte cardíaca súbita”. O remédio é propagandeando tanto por Trump como por Bolsonaro como “solução mágica” para a pandemia de coronavírus. Estudos no Brasil já foram interrompidos porque participantes desenvolveram problemas cardíacos. Esse estudo foi destaque no jornal americano New York Times.

Violência doméstica

De acordo com levantamento realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em parceria com a empresa de pesquisa Decode Pulse, no mês de março, o número de relatos de brigas de casal no Twitter aumentou 431%. Em contrapartida, no mesmo período, houve uma queda nas ocorrências de violência contra a mulher, o que mostra o impacto do isolamento social na vida das mulheres. As Delegacias da Mulher continuam funcionando normalmente no período de quarentena. Os casos de violência e assédio podem também ser denunciados ao 190, que faz atendimentos diários e ininterruptos ou pelo Disque 100. Para bancárias, agora também está disponível o Canal de Combate à Violência contra a Mulher dentro dos bancos. As Casas da Mulher Brasileira, que concentram serviços judiciais, psicológicos e assistenciais, também seguem operando normalmente na quarentena.

Qualidade do ar

O nível de poluição do ar diminuiu 40% em cidades que declararam estado de emergência em fevereiro devido à pandemia de Covid-19. Essa foi a conclusão de uma pesquisa realizada pela Universidade de Toronto, no Canadá, que focou em seis cidades: Wuhan, Hong Kong, Kyoto, Milão, Seul e Xangai. O pesquisador responsável, Marc Cadotte, acredita que isso é resultado da redução de atividades humanas e econômicas, como o fechamento de fábricas e a diminuição do tráfego.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here