ARTIGO: Dia Mundial da Saúde com Fora Bolsonaro e Vacina Para Todos!

100

Carlos Eduardo, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará

No último dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, as centrais sindicais, os movimentos sociais e sindicais foram para as ruas para protestar contra a total inoperância do governo Bolsonaro no combate à pandemia.

Com atos simbólicos, tuitaço e diversas manifestações presenciais, as mobilizações reforçaram ainda que a saída da crise sanitária depende do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e cobraram um plano de vacinação efetivo contra a Covid-19. O Sindicato dos Bancários do Ceará participou do protesto espalhando faixas pelas principais agências bancárias do Centro de Fortaleza.

As atividades tiveram o objetivo de mobilizar toda a sociedade e reafirmar a saúde como direito de todos. Queremos a vacinação para toda a população, orçamento adequado para o SUS, auxílio emergencial digno, valorização dos profissionais de saúde e garantia de direitos e emprego para o povo brasileiro.

O Dia Mundial da Saúde tornou-se uma oportunidade para aprofundar as reflexões acerca do caos vivido pela população brasileira no último ano e nos dias atuais, no sistema público e privado de saúde. A explosão no número de casos de infectados e de mortes decorrentes da contaminação pelo novo coronavírus fez saltar aos olhos da sociedade a completa inabilidade do presidente da República em adotar medidas que pudessem minimizar esse triste cenário.

Vivemos uma grave crise econômica, agravada pela atual pandemia da covid-19, que está destruindo milhões de empregos e Bolsonaro aproveita para precarizar esses empregos que ainda restam, aumentando a pobreza, a miséria e a desigualdade, editando medidas provisórias que retiram direitos e pouco fazendo para combater a pandemia.

Com o negacionismo do governo Bolsonaro, o sistema de saúde hoje está em colapso, com a ausência de leitos e medicamentos, além da exaustão dos profissionais das linhas de frente. O desemprego nunca esteve tão alto, a vacinação patina em cada estado porque não há vacina para todos. O governo Bolsonaro tem sido sinônimo de morte e a má gestão da pandemia está repercutindo internacionalmente, com o Brasil aparecendo como risco mundial ao controle da doença.

Precisamos de um governo que conduza o combate à pandemia nacionalmente, com medidas efetivas, com vacina para todos, com proteção aos empregos e aos direitos. Precisamos de ações urgentes e não de negacionismo.

Entendemos que para solucionarmos essa situação de desemprego, de estagnação econômica e para barrar as mortes pelo vírus só há um caminho, que é a imunização de toda a população contra a Covid-19. Por isso, nos unimos para defender o SUS e a vacinação para todos já!

#VacinaSalvaBolsonaroNão, #VivaOSuS, #VacinaJá, #EstamosNessaLutaComVocê

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here