Pesquisa analisará incidência de burnout na categoria bancária

32

A Contraf-CUT orienta que todos os sindicatos da categoria bancária incentivem suas bases a responderem o questionário de uma pesquisa sobre “Conflitos de valores, alterações de identidade e desgaste emocional em bancários”.

O objetivo do psicólogo e pesquisador Rui Carlos Stockinger, da Universidade Católica de Petrópolis (RJ), é melhorar a compreensão de fatores associados à Síndrome de Burnout, ampliando a possibilidade de diagnóstico e de tratamento, além de apontar para as causas da ocorrência e contribuir com propostas de cuidados com a saúde da categoria.

No texto de divulgação da pesquisa, Stockinger diz que a Síndrome de Burnout “apresenta crescimento expressivo entre bancários e define-se por sintomas como o esgotamento físico e psicológico, o distanciamento afetivo dos demais, certa insensibilidade ou perda do sentido do eu e baixa realização profissional, caracterizada por sensações e sentimentos de baixas eficácia e autoestima”. A pesquisa investigará a relação entre conflitos de valores pessoais e éticos e alterações de identidade na Síndrome de Burnout em bancários.

Participação do bancário – Todos os bancários podem responder a pesquisa e não precisa ter algum sintoma. Mas, para evitar viés com respostas de trabalhadores de outras categorias, o link para acesso ao questionário será enviado aos bancários pelos seus respectivos sindicatos. É importante destacar que os dados pessoais dos respondentes serão mantidos em sigilo e ficarão em posse apenas do pesquisador, que divulgará os resultados de uma maneira geral, sem qualquer possibilidade de identificação pessoal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here